Na histórica década de 1970, o Verdão tinha Edu Bala impondo extrema velocidade na ponta-direita e Nei exibindo grandes dribles no lado esquerdo do campo. Com constante regularidade técnica e muita lealdade, foi titular absoluto da Segunda Academia, vencendo, inclusive, o prêmio Belfort Duarte – condecoração esta que, na época, era destinada apenas a atletas que conseguissem disputar ao menos 200 jogos em um período de, no mínimo, 10 anos sem sofrer nenhuma punição disciplinar.

 

Elias Ferreira Sobrinho 15 de agosto de 1949
Nova Europa-SP

Posição: Ponta-esquerda

Número de temporadas: 9

Clube anterior: Ferroviária-SP

Jogos:

490 (255 vitórias, 154 empates e 81 derrotas)

Estreia: Palmeiras 4x0 Santos (15/01/1972)

Último jogo: Palmeiras 0x2 XV de Jaú (05/10/1980)

Gols: 70

Primeiro gol: Palmeiras 7x0 Steaua Bucareste (22/01/1972)

Último gol: Palmeiras 3x0 Portuguesa (21/09/1980)

Principais títulos:

Campeonato Paulista em 1972, 1974 e 1976; Campeonato Brasileiro em 1972 e 1973

Na histórica década de 1970, o Verdão tinha Edu Bala impondo extrema velocidade na ponta-direita e Nei exibindo grandes dribles no lado esquerdo do campo. Com constante regularidade técnica e muita lealdade, foi titular absoluto da Segunda Academia, vencendo, inclusive, o prêmio Belfort Duarte – condecoração esta que, na época, era destinada apenas a atletas que conseguissem disputar ao menos 200 jogos em um período de, no mínimo, 10 anos sem sofrer nenhuma punição disciplinar.

 

Desenvolvido por Foursys