#MAIORCAMPEÃODOBRASIL
|SITE OFICIAL
Crefisa FAM Puma

COPA LIBERTADORES

A trajetória do Verdão na maior competição de clubes da América

Voltar Jogos Libertadores

Estreia honrosa com um vice-campeonato

Ao conquistar o título brasileiro de 1960, o Palmeiras garantiu vaga para disputar, no ano seguinte, a Copa Libertadores pela primeira vez em sua história. Em 1961, portanto, o Alviverde estreou na principal competição sul-americana, que naquela edição contava com 9 equipes (duas a mais do que no ano anterior), e fez bonito.

Logo em sua primeira partida, o Palmeiras de Djalma Santos e Julinho Botelho venceu o prélio diante do Independiente (ARG) por 2 a 0, na casa do adversário. A honra de marcar o primeiro gol do Verdão na competição coube ao ponta-esquerda Gildo.

Durante o certame, o Palmeiras eliminou o Independiente (ARG) nas quartas de final, o Independiente Santa Fe (COL) na semifinal e disputou a decisão contra o Peñarol (URU) – perdeu de 1 a 0 no primeiro jogo e empatou em 1 a 1 o segundo, resultados que lhe renderam o vice-campeonato. Apesar de não chegar ao título, o Palmeiras deixou sua marca registrada na competição, sendo o primeiro time brasileiro a chegar a uma final de Libertadores.

Campanha

6 jogos, 3 vitórias, 2 empates, 1 derrota, 10 gols marcados, 5 gols sofridos.

Técnico

Armando Renganeschi.

Quem jogou

Jogador Posição Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols
Aldemar Zagueiro 6 3 2 1 0
Chinesinho Meia 6 3 2 1 1
Djalma Santos Lateral-direito 6 3 2 1 0
Geraldo II Atacante 6 3 2 1 1
Geraldo Scotto Lateral-esquerdo 6 3 2 1 0
Julinho Ponta-direita 6 3 2 1 0
Romeiro Ponta-esquerda 6 3 2 1 2
Valdemar Carabina Zagueiro 6 3 2 1 0
Valdir Goleiro 6 3 2 1 -5
Zequinha Volante 6 3 2 1 0
Gildo Ponta-direita e esquerda 5 3 2 0 2
Humberto Tozzi Meia e atacante 2 1 0 1 2
Nardo Atacante 1 0 1 0 1

Quem Treinou

Técnico Jogos Vitórias Empates Derrotas
Armando Renganeschi 6 3 2 1